Benefícios e aprendizados da criança dentro da cozinhaBlog D

Benefícios e aprendizados da criança dentro da cozinha

Por: // 08.07.16 // Categoria Dicas de Almoço/Alimentação

A cozinha pode ser um lugar super especial para os pequenos. Abusando do senso lúdico que este local da casa assume, ela pode virar uma verdadeira escola quando falamos de educação. O evidenciamento de tudo isso vem acontecendo depois que as cozinhas tomaram conta das grades de programação da maioria das emissoras de TV aberta e pudemos ver pequenos seres cozinhando melhor que muito adulto por aí – veja bem, eles já sabem mexer melhor numa panela de pressão do que a gente!

E, quando colocamos tudo em perspectiva, faz completo sentido. Para cozinhar – e nem precisa ser cozinhar bem – precisamos desenvolver determinados sensos muito importantes para a formação da criança como indivíduo. Além de ser um local de muitas descobertas, onde eles podem entender o porquê daquela comida fazer parte da sua rotina e também conhecer mais sobre a sua origem, eles se tornam capazes de aprender na prática o que funciona ou não, incentivando assim o desenvolvimento da iniciativa dentro deles.

Falando dos menores, especialistas da área de Nutrição recomendam fortemente a entrada na cozinha a partir dos 4 anos, tornando possível desenvolver noções de matemática (a quantidade de ingrediente necessária para cada receita, por exemplo), identificação e separação de objetos, cores, velocidade e ritmo (o que se torna ainda mais importante para uma geração que vive no aqui e agora, demonstrando cada vez mais impaciência em processos que exigem espera), concentração, coordenação motora, dentre outras.

Quando tratamos dos já mais grandinhos, as possibilidades de aprendizado são ainda maiores. No contato com diferentes alimentos, o pequeno é capaz de aumentar o seu repertório e ter menos preconceitos com ingredientes que nem sempre estão presentes na sua mesa – fora que papais/mamães podem aproveitar do momento para ensinar um pouquinho sobre outras culturas durante esse contato diverso. As noções de higiene também são intensificadas, já que dentro da cozinha isso se torna um processo indispensável para o sucesso da receita – e é super bacana ele perceber que isso é fundamental para que o que ele está preparando dar certo. Além disso, talvez mais importante que todo o resto, o pequeno aprende a dividir. Dividir o alimento, dividir o processo para otimizar o resultado – e sabemos o quanto isso agrega a formação dele como indivíduo.

O bacana é que a criança enxergue a cozinha como um local de diversão, mas também com muito respeito pelos alimentos com que trabalha. Pouco a pouco, esses bons momentos estarão associados a boas práticas alimentares e a noções importantes para o seu desenvolvimento como ser humano. E, sem forçar, você pode ensinar lições super valiosas para o seu pequeno em um ambiente muito bom para vocês dois.

Agora, no próximo dia 10 de julho, comemora-se o dia da Pizza, que, com certeza, figura entre os pratos preferidos de 9 a cada 10 crianças. Que tal aproveitar a oportunidade para colocar a mão na massa junto com seu pequeno? Preparamos uma receita bem prática e rápida para te ajudar! 

Para preparar a massa, você irá precisar:

  1. 2 xícaras de chá de farinha de trigo
  2. ¾ de xícara de chá de leite
  3. 2 colheres de sopa de manteiga derretida
  4. 1 pitada de sal a gosto
  5. 1 colher de sobremesa de fermento em pó

 

Como fazer?

  1. Primeiro passo: higiene. Todo mundo lavando bem as mãos! Ensine para a criança que o alimento é coisa séria, mostre a importância desse momento inicial e porquê ter esse cuidado de lavar as mãos é uma obrigação antes de começar. Façam isso sempre juntos e, com o tempo, ele mesmo fará sem você precisar incentivar!
  2. Comece separando os ingredientes na quantidade indicada pela receita. Durante esse processo, chame o seu pequeno para perto e mostre para ele as medidas – é importante para que ele desenvolva noções de proporção!
  3. Numa vasilha, misture toda a farinha de trigo, o sal e o fermento em pó. Deixe que o pequeno coloque a mão nos ingredientes, tenha a sensação de mexer. Essa questão de tocar é fundamental para as crianças desenvolverem melhor os sentidos. Não nos responsabilizamos por guerras de farinha nesse momento!
  4. Em seguida, acrescente a margarina derretida e o leite. Converse com a criança e explique para ela a ordem da receita, primeiro trabalhando os ingredientes secos, para depois incluir os líquidos. Ela precisa entender o que está fazendo e estabelecer métodos na cabecinha dela.
  5. Amasse levemente até deixar a massa homogênea. Deixe o pequeno mexer também. Depois cubra com um pano e leve para o descanso por 15 minutos. Aproveite para dar noção de tempo para seu pequeno. Mostre como ele pode aproveitar esse período fazendo outra atividade. Converse um pouco com ele sobe a origem da pizza, expanda o conhecimento dele para outras culturas.
  6. Agora chegou aquele momento de abrir a massa. Mãos ao rolo e bote a força que você tiver. Muito provavelmente a criança não terá força para fazer isso sozinha, então realize o processo junto dela, para criar a sensação de que é ela quem está fazendo. Provavelmente esse será um momento de muitas risadas, então curtam bastante juntos!
  7. Ligue o forno em temperatura média e leve a massa para assar dentro de uma assadeira untada. Ensine o pequeno que o forno é um objeto que exige cuidado e o oriente a sempre pedir sua ajuda quando for mexer no mesmo.
  8. Quando a massa estiver ficando corada, chegou a hora de rechear. Retire a assadeira do forno e use da sua criatividade. Abuse de sabores não muito óbvios. Estimule a criança a provar novos sabores!
  9. Volte a assadeira para o forno e aguarde por mais alguns minutos.
  10. Agora chegou a melhor parte: comer! Junte toda a família em volta da mesa e coloque o seu pequeno como um verdadeiro chef de cozinha. Ele se sentirá o máximo e irá querer repetir esse momento sempre que possível!

Muito importante: nunca deixe a criança sozinha na cozinha. Apesar dos muitos benefícios que citamos, ela é um lugar com muitos objetos pontiagudos que podem acabar machucando o pequeno, quando não encontrar o amparo necessário!

Mas viu só como a cozinha pode trazer um momento super legal entre você e seu filhote/sobrinho/afilhado do coração? Aposte nisso para o próximo final de semana e depois conta para a gente como que foi. Com certeza, bons momentos ficarão registrados na memória!

E se você quiser que seu pequeno aprenda ainda mais, a cozinha do Gloob vai invadir o Shopping D em uma oficina preparada com todo cuidado para trazer muito aprendizado e diversão para as crianças. Quer mais informações? Confira o evento que preparamos e fique de olho nas nossas redes sociais ;)